Relacionamento Abusivo: conheça as quatro etapas do ciclo
comportamento

Relacionamento Abusivo: conheça as quatro etapas do ciclo

Recentemente fizemos um texto explicando o que é um relacionamento abusivo e como as pessoas de fora podem identificar se alguém está dentro deste tipo de relação.

Às vezes o que parece óbvio para os outros não é tanto para quem está dentro de um relacionamento, considerando que há conflitos de sentimentos como achar que ama o outro, sentir pena do abusador que muitas vezes demonstra um sofrimento genuíno, além de  sentir culpa pelas brigas, mesmo que haja um esforço exagerado para que o relacionamento funcione.

É recomendável ter cuidado em nomear e categorizar nossas relações, mas caso você se identifique com o ciclo abaixo, você pode estar em uma relação de abuso.

Obs: Apesar deste texto ser direcionado a relações amorosas, o abuso pode acontecer em família, filhos e até em amizades.

TENSÃO

Após um período de felicidade começam os momentos de tensão. Geralmente, o abusador é motivado por algo sem nenhuma (ou pouca) significância para colocar um clima ruim no ambiente, seja iniciando uma discussão, ou ficando em silêncio com uma expressão agressiva que caracteriza o ataque passivo-agressivo.

Nessas horas, a vítima fica confusa e numa tentativa de melhorar as coisas, tenta conversar, apaziguar e reverter o comportamento tenso, muitas vezes pedindo desculpas ao abusador sem estar errada. Mesmo com pazes aparentes, esse comportamento começa a se tornar cada vez mais frequente, chegando até a fase 2.

INCIDENTES

Aqui começam os incidentes. Há brigas, xingamentos, uma tentativa de rebaixar o outro, “cara feia”, intimidação, vitimização e culpabilização. Em casos mais graves, há agressões físicas e o abusador consegue fazer a vítima se sentir culpada pelos problemas que ela está passando. É comum que haja separação nesse momento, porém ela dura semanas ou às vezes poucos meses, e depois, chega a fase 3.

RECONCILIAÇÃO

O abusador se demonstra arrependido de seus comportamentos. É comum frases como “eu nunca mais vou me comportar desse jeito” ou “Te prometo que vou melhorar”. Também é comum frases de culpabilização da vítima, mas o abusador diz que mesmo assim “ele vai relevar” ou então o próprio diminui a gravidade da situação. Já a vítima começa a fazer esforços para que não haja mais brigas.

CALMARIA

Também conhecido como “lua-de-mel” dos ciclos abusivos, há uma pausa na relação de abuso e ambos vivem uma etapa aparentemente feliz. A vítima começa a achar que deve investir mais na relação, e aqui ela começa a ceder mais ainda aos futuros abusos. “Agora eu vou fazer esse relacionamento funcionar e não dar mais nenhum motivo para brigas”. Após o período de calmaria, volta-se ao primeiro ponto: tensão e o ciclo se repete.

Dentro dos relacionamentos abusivos, a vítima se sente culpada de ser a causadora dos problemas conjugais, mesmo que ela faça um esforço exagerado para isso não acontecer, levando-a a ter problemas de autoestima. Esse sentimento acaba dando abertura para que o abusador invada e abuse cada vez mais.

Há casos em que as pessoas de fora não entendem o ciclo do abuso e, em muitos casos, culpabilizam a vítima por “permitir que isso aconteça” ou não entendendo a gravidade da situação. No entanto, a pessoa que é abusada não percebe que determinados comportamentos não devem ser tolerados “em nome do amor”, e o abusador “suga” toda a força  da vítima, transformando a vítima em uma extensão dele. Caso acredite que esteja em um relacionamento abusivo, procure ajuda com um psicólogo e volte a encontrar quem é você na sua essência.

Com informações de Contioutra.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s