Depressão pós-parto: quando procurar ajuda?
depressão

Depressão pós-parto: quando procurar ajuda?

A depressão pós-parto não necessariamente ocorre logo após o nascimento do bebê, mas pode se desenvolver de modo lento e gradual até a criança completar um ano de vida. Sentimentos de desânimo, tristeza, mudança de apetite e falta de desejo sexual estão relacionados a condição.

Acredita-se que cerca de 15% das mulheres desenvolvem a depressão pós-parto, mesmo que a gravidez e o nascimento do bebê tenham sido saudáveis. As pesquisas apontam que mudanças hormonais intensas durante o período de gestação podem ter influência na condição, já que quando o filho nasce, há uma queda brusca na produção de hormônios como estrógeno e progesterona, alterando os níveis de humor e energia.

É comum que as mulheres passem por um período de ansiedade e tristeza, mas eles tendem a acabar em poucos dias. Isso se torna um problema quando os sintomas não desaparecem e se prolongam por mais de duas semanas, incluindo:

  • Tristeza prolongada;
  • Sentimentos de desesperança;
  • Desânimo;
  • Cansaço excessivo;
  • Estresse;
  • Choro;
  • Problemas com o sono;
  • Sentimento de culpa;
  • Baixa autoestima;
  • Problemas na alimentação.

Caso você se identifique com alguns dos sintomas acima, busque ajuda de um psicólogo. Quanto mais cedo o tratamento for iniciado, mais rápido e efetivo a depressão pós-parto será superada.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s