Metas de ano novo: como a psicologia pode te ajudar?
comportamento

Metas de ano novo: como a psicologia pode te ajudar?

É comum que as pessoas façam metas durante a virada do ano procurando corrigir pontos da vida que causam algum tipo de insatisfação ou suprir algum desejo. Seja emagrecer, arrumar um novo emprego, ter um filho, pagar suas dívidas etc. Segundo o psicólogo Fábio Fonseca (via Vittude), essas resoluções são importantes para trazer uma satisfação pessoal e emocional, além de firmarmos um compromisso com nós mesmos.

No entanto, é importante que as metas sejam realistas e não muito fora da realidade que a pessoa vive no momento. Um estudo realizado pela psicóloga social e professora da Harvard Business School, Amy Cuddy, quando colocamos objetivos “ambiciosos demais” ou “ousados demais”, é comum nos frustrarmos por não conseguirmos seguir em frente, o que prejudica a motivação e o efeito acaba sendo o contrário.

“Isso significa que metas ambiciosas demais podem resultar em fracasso e desmotivação. Por isso, a dica principal é a seguinte: aproveite com sabedoria a motivação dessa época, estabelecendo objetivos personalizados, que estejam dentro da sua real capacidade de realização, para que você consiga – de fato – persegui-los até o fim. Não tente ‘dar um passo maior do que a perna’, e as coisas tenderão a dar certo.” – diz o psicólogo Thales Vianna Coutinho no blog Pearson Clinic Brasil.

Algumas dicas para cumpri-las incluem:

1. Estabelecer metas “S.M.A.R.T”: essa é uma sigla em inglês em que cada letra significa: Específica, Mensurável, Atingível, Relevante e Temporal. Quanto mais específica, melhor mas ela também precisa estar de acordo com os outros pontos.

2. Seja realista e com metas menores e atingíveis: como dito anteriormente, cumprir suas metas e definir metas claras e de curto prazo são melhores para você realizar suas conquistas. Sua meta final pode ser “emagrecer 40 quilos”, mas se você colocar no papel que essa semana seu objetivo é emagrecer 500 gramas e na próxima semana outros quinhentos, você ficará mais motivado a continuar.

3. Celebre as pequenas conquistas: diretamente ligado ao ponto anterior, cada pequeno passo que você dá é importante que seja recompensado por você mesmo de alguma forma.

4. Defina o que é prioridade para seu ano: qual ponto da sua vida está precisando ser resolvido com mais urgência? Organização financeira? Saúde? Diversão? É importante definir o que é mais importante para você naquele ano e dar prioridade a isso.

5. Receba apoio: quando estamos sozinhos nos sentimos menos motivados para realizarmos nossas metas. Afinal, somos seres sociáveis. Então compartilhe seus objetivos com as pessoas, junte-se a grupos de pessoas com ideias parecidas com a sua.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s