Projeção: aquilo que tanto incomoda e criticamos no outro está dentro de você
psicologia

Projeção: aquilo que tanto incomoda e criticamos no outro está dentro de você

Segundo o pai da psicanálise, Sigmund Freud, a projeção é um mecanismo de defesa em que uma determinada pessoa projeta no outro (ou em outros) seus próprios pensamentos, motivações, desejos e sentimentos indesejáveis, com coisas que não consegue. Muitos profissionais de saúde mental creem que todo mundo já fez isso e é inconsciente, o que significa que a própria pessoa não percebe que o faz.

De acordo com o estudioso Peter Gay, a projeção é uma “operação de expulsar os sentimentos ou desejos individuais considerados totalmente inaceitáveis, ou muito vergonhosos, obscenos e/ou perigosos, atribuindo-os a outra pessoa”. Já Hermann Hesse dizia que “Quando odiamos alguém, odiamos em sua imagem algo que está dentro de nós”.

Um exemplo comum de projeção acontece em casais (via Psicologia Online), quando um dos lados pensa em ser infiel ao seu companheiro(a) e tem medo que a outra parte o seja, acusando-o de traí-lo e tendo muitas crises de ciúmes.

Um dos dois começa a apresentar sintomas de ansiedade, se sente inseguro e sem esperança como consequência de ideias constantes de infidelidade de seu(sua) namorado(a), que várias vezes deixou claro que essa infidelidade simplesmente não existe. Em uma análise, se percebe que a pessoa com sintomas de ansiedade não foi infiel, mas que existem muitas pessoas que pareceram atraentes para ela e com as quais ela tem muito desejo em ter relações sexuais.

No entanto, sua própria consciência e respeito pelo parceiro não permite que o faça. Além desta,  ela também projeta uma insegurança sobre seu físico e personalidade, se comparando com as pessoas próximas do parceiro que são atraentes. Isso pode ser o núcleo de muitos relacionamentos abusivos e razões para muitos conflitos entre ambas as partes.

A partir do momento que a projeção passa a ser disfuncional, é hora de procurar um terapeuta para resolver essas questões internas e ter uma vida mais leve e feliz. Caso contrário, a projeção pode render diversos transtornos mentais, incluindo obsessões, ansiedade, histeria, neuroses, fobias e depressão.

Chega uma hora que temos que olhar para nós mesmos, e não para o outro.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s