Razão e Emoção: A chave do sucesso está no equilíbrio
psicologia

Razão e Emoção: a chave do sucesso está no equilíbrio

Todos nós temos momentos onde o nosso emocional “fala mais alto”, e dominar os sentimentos para ponderar as consequências que tal ato pode fazer é, muitas vezes, desafiador. Isso é comum em desentendimentos, especialmente com aquela pessoa que você tem um vínculo emocional muito forte. Dependendo da personalidade e da construção de cada um, as pessoas podem ser mais emocionais ou mais racionais, e como tudo em psicologia, o ideal é balancear ambos os lados para tomar as melhores decisões.

Uma pessoa excessivamente emocional acaba tomando decisões problemáticas em situações que “pedem” um pouco de calma e ponderação. É comum que depois de agir pela impulsividade e pela emoção, quando as coisas “esfriam”, a própria pessoa se sinta mal por ter agido daquele jeito. Isso é muito comum no ambiente familiar, especialmente entre as pessoas mais jovens, que tendem a agir mais por impulso.

Só que o outro extremo também é negativo. Quando a pessoa é excessivamente racional, avalia, planeja demais, avalia demais as situações, ela acaba deixando de aproveitar muitos momentos de diversão ou com amigos, não se permitindo errar também. As pessoas acabam ficando “paralisadas” e não vivem.

De acordo com estudos de neurocientistas, as decisões mais impulsivas e emocionais são originárias de uma área do cérebro chamada “amígdala”, enquanto as mais racionais vêm do hipotálamo até chegar ao neocórtex. O trajeto entre o hiportálamo e o neocórtex é mais longo e, segundo estudiosos, talvez seja essa a razão pela qual demoramos mais tempo para pensar e avaliar as decisões mais racionais.

Achar esse equilíbrio pode ser um desafio para muitas pessoas e um psicólogo, ao realizar a terapia com seus pacientes, pode ajudá-lo a equilibrar ambos os pontos. Ambos são processos inseparáveis e é impossível eliminar um dos lados em nossas vidas, mas as próprias vivências nos ajudam nessa “bagagem” e dar a maturidade emocional necessária.

Com informações de Psicólogo e Terapia

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s