Body Positive: aprendendo a se amar do jeito que você é
comportamento

Body Positive: aprendendo a se amar do jeito que você é

A atual versão do movimento social Body Positive (Positividade do Corpo) surgiu nos Estados Unidos durante os anos de 1990 para confrontar um rígido padrão estético que era considerado “ideal” , visando melhorar a autoestima e a autoconfiança das pessoas valorizando seus corpos do jeito que eles são.

Segundo um vídeo da ativista Bárbara Cavalcante, na década de 1990, as mulheres desejadas eram aquelas que pareciam com as atrizes de Hollywood, sendo necessário ser magra, ter cintura fina, peito “turbinado”, cabelo liso, e não ter celulites ou estrias.

As revistas da época ensinavam “fórmulas milagrosas” para acabar com todos os seus “defeitos” e ter um “corpo de verão para ir à praia”, geralmente apresentando a foto de uma modelo cheia de retoques. Caso você não estivesse dentro deste padrão das atrizes, você sentia vergonha do seu corpo, sendo algo conhecido como “Body Shaming“. As pessoas estavam nutrindo transtornos, tendo problemas sérios de autoestima, desenvolvendo anorexia e bulimia.

Então o movimento Body Positive veio para confrontar esse padrão rígido de que pra você ser bonita você precisa seguir determinada fórmula, valorizando a pluralidade de corpos e respeitando cada biotipo. Ou seja, não tem problema se você é uma mulher muito magra que tem estrias; se você é negra, tem o cabelo crespo, tem estrias e celulites, também está tudo bem e assim sucessivamente.

“Muitas pessoas com problemas de distorção da imagem corporal não conseguem entrar em contato com quem são, desenhando assim uma imagem irreal sobre si. Amar o próprio corpo é vê-lo com as imperfeições e limitações que ele possui e ainda sim entendê-lo de maneira positiva.” – diz um artigo do ZenKlub.

“Essa percepção mais empática e realista sobre si mesma provoca mudanças de comportamento. Muitas pessoas que antes odiavam o que viam no espelho, passam a cuidar do corpo que possuem sem expectativas de se transformar em alguém que não são.”

O movimento Body Positive é a valorização de quem você é, mostrando que a beleza é diversa, e que está tudo bem ter “imperfeições aqui e acolá”. Você nunca valerá menos por ter determinado biotipo.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s