comportamento

Simpatia ou antipatia por alguém diz mais sobre você do que o outro

De acordo com a professora do Departamento de Psicologia da Universidade Federal de Minas Gerais, Luciana Karine de Souza (via O Tempo), nós desenvolvemos nossas habilidades de simpatizarmos e antipatizarmos desde muito cedo na infância. Algumas pesquisas apontam que, juntos ou separados, são considerados motivos que levam o indivíduo a sentir simpatia ou antipatia por alguém.

A aparência física (beleza, asseio), características da personalidade (extroversão, sociabilidade), estado de humor (bom humor) e estado de saúde. É interessante notar que, na presença de doenças graves, apenas poucas pessoas próximas procuram o doente”, revela a psicóloga.

O fato da pessoa aparentar ser antipática para você pode envolver uma série de razões, seja por ter discordâncias no campo político, pelo outro ser bem sucedido e estar em algum ponto onde você gostaria de estar, sendo que este caso está relacionado a inveja. Segundo Freud, o fato de você gostar ou não gostar de alguém diz mais sobre você do que o outro.

Luciana defende que o velho dito popular “meu santo não bateu com o dele” significa mais do que não gostar da outra pessoa “gratuitamente”, e seria interessante que a pessoa busque o autoconhecimento para perceber o porque o outro incomoda tanto ele, especialmente se a aversão é involuntária.

Com tantas pessoas e tantas personalidades diferentes, é normal que tenhamos antipatia por determinados grupos, mas por vivermos em sociedade, é importante aprender a conviver com esse sentimento dentro de nós.

“Uma forma de tentarmos melhorar nosso cotidiano é termos tolerância e compreensão com as pessoas antipáticas a nós, não tentando fazer com que elas gostem da gente a força. Todos temos aqueles que gostam ou desgostam de nós: é o resultado de sermos diferentes uns dos outros. Atraímos algumas pessoas e repelimos outras. Não precisamos achar que todos têm que gostar de nós e que precisamos gostar de todo mundo. O importante é evitar que essa atração interpessoal interfira nas coisas do dia a dia”, aconselha

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s