psicologia

Mãe e avó narcisista: o sofrimento dos filhos é o prazer delas

No blog já exploramos sobre transtorno de personalidade narcisista e também sinais para identificar um narcisista vulnerável. Só que essas pessoas também se tornam pais e mães, e o comportamento disfuncional também atinge os próprios filhos, indo na contramão dos pais que, via de regra, sempre querem o melhor para seus descendentes.

Existem várias razões para uma pessoa desenvolver esse tipo de personalidade disfuncional, e cada mãe narcisista tem sua particularidade. No entanto, em todos os casos há alguns sinais bem claros que evidenciam o narcisismo materno.

  1. Ela só te ama se você fizer o que ela quer: Ela te ajuda e diz que gosta de você caso faça as coisas que ela queira. O filho sente que precisa provar o tempo inteiro que a ama;
  2. Ela nunca respeita seu espaço: Não importa a idade, a mãe narcisista mexe nas suas coisas, abre a porta do seu quarto, vê mensagens particulares, e está sempre invadindo “o seu território”. Usam coisas que pertencem ao filho sem o menor escrúpulo;
  3. Competem com os filhos: Vão na mesma balada que a filha. Se o filho faz algo, ela faz melhor, e estão sempre disputando a atenção. “Se meu filho faz, eu faço melhor que ele”;
  4. Preferência explícita por determinado filho: Mesmo que ela não diga, é algo que todo mundo percebe. O “filho dourado” não sofre o que os outros filhos sofrem, ele tem sempre as melhores coisas, e a mãe narcisista é sempre compreensível com ele, procurando uma perspectiva para dizer que ele está certo e os outros não;
  5. Fazem competição entre os filhos: Como dito no ponto 4, é comum que uma mãe narcisista tenha um filho favorito. Com ele há respeito, e ela se aproveita dessa situação para criar conflitos entre os dois filhos. “Se você foi bem na prova, imagina como meu filho dourado vai se sair?!”;
  6. Comparação com outras pessoas: Não só entre os filhos, mas a mãe narcisista tem muito o costume de dizer que “Tal pessoa é ótima”, sempre te colocando em um patamar inferior quando comparado a ela;
  7. Roubam créditos: Semelhante ao ponto 3, quando o filho se torna o “centro das atenções”, a mãe narcisista diminui ou neutraliza a conquista dele e diz que aquilo só foi possível graças a ela;
  8. Mentem constantemente: Mesmo as mentiras “inocentes”, elas existem para manipular, controlar e tirar algum tipo de vantagem. O filho sente que essa pessoa nunca é confiável;
  9. Cultiva a culpa alheia: Elas fazem você se sentir um ingrato por não ter feito o que ela queria. Frases comuns são “Eu me sacrifiquei por você”, “Deixo de ter as coisas pra mim pra dar pra você”, “É assim que você me agradece?”. Você sempre está devendo a ela, por ela ser sempre “boa” com você;
  10. Você sempre precisa ser dependente dela: Sair da casa da sua mãe é o mesmo que ferí-la. Ela diz coisas como “Não me abandone. Preciso de você”, “Você vai me deixar sozinha mesmo?!”.

A mãe narcisista quer ser admirada e se coloca em um patamar de superioridade, crendo que os outros são menos que ela, o que gera os comportamentos abusivos e arrogantes. Além disso, é comum que a rivalidade seja com a filha mulher, já que esta, em nenhuma hipótese, pode ser “melhor” que ela ou receber mais atenção, ficando com inveja quando isso acontece.

Esse comportamento disfuncional faz com que os filhos cresçam com sentimento de inadequação, culpa, baixa autoestima e não tenham confiança em si.

Essas pessoas envelhecem e também se tornam avós narcisistas. Neste caso, quando a filha sai da casa dos pais, se une a um marido e tem seus próprios filhos, é comum que haja uma confusão na mente da filha se questionando se a mãe abusiva deve ter contato com os netos. No entanto, a natureza tóxica e disfuncional da mãe permanece a mesma de quando ela era criança ou adolescente.

Caso a pessoa narcisista entre em contato com os netos, é comum que ela os mime, anule a autoridade da mãe, e use-os para magoá-la, mesmo que sutilmente. É capaz dela conseguir, aos poucos, a autoridade que originalmente era sua, falando mal de você pelas costas, desestabilizando aos poucos sua relação com seus filhos e com o marido também.

Em muitos casos, o casal se separa por influência da mãe narcisista sem perceber que haja essa manipulação e ela sai como a “inocente da história” que “só quer ajudar”. Há situações de avós narcisistas que difamam a própria filha numa tentativa de ter provas para ter a guarda das crianças e, assim, ter todo o controle da situação.

Para lidar com uma mãe narcisista, o mais recomendado é que a pessoa se afaste o máximo possível desta influência tóxica e converse estritamente o necessário. Além disso, também é recomendado que o filho da mãe narcisista busque ajuda com um psicólogo imediatamente para ela reencontrar sua individualidade e autoestima.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s