psicologia

Ciúmes retroativo: quando você fica incomodado com o passado de quem está se relacionando

Existem vários tipos de ciúmes, sendo que o retroativo é aquele que se caracteriza pelo desconforto com o que o parceiro fez no passado, geralmente envolvendo a ex-esposa (ou ex-marido), como se a (o) ex fosse um “fantasma” na vida do casal.

Às vezes uma foto com um antigo relacionamento, ou até mesmo comentar algo que aconteceu no passado, desperta esse sentimento na pessoa enciumada que, se não for controlado, pode causar brigas entre o casal e ser a origem de muitos relacionamentos abusivos.

Segundo o canal Psicologia Online, há alguns pontos que caracterizam o ciúme retroativo:

  • Pessoas com ciúme retroativo ou ciúmes do passado sentem uma grande necessidade de saber que são as únicas pessoas importantes na vida do outro/a.
  • Querem comprovar que são melhores que os/as parceiros/as anteriores, pelo que se comparam constantemente com eles/as.
  • Podem ter dificuldade em se concentrar nas atividades diárias, uma vez que não conseguem parar de imaginar tudo o que a pessoa amada viveu com outras pessoas.
  • Costumam exigir explicações ao seu cônjuge sobre o que fez no passado, mesmo que não gostem de escutar o que essa pessoa teve bons momentos com outro/a ou que esteve apaixonada. Insistem para que o/a parceiro/a negue que isso aconteceu e preferem que invente a escutar que esteve apaixonado/a.
  • No fundo, alguém com ciúme retroativo sabe que o companheiro/a também desfrutou estando com outras pessoas, uma vez que ele/a mesmo/a já o fez. Contudo, a sua necessidade de sentir-se único/a é tanta que prefere se enganar a si mesmo/a.
  • Criticam a pessoa amada constantemente pelo que fez com outras pessoas no passado.

Em casos mais graves, a psicologia chama a condição de Síndrome de Rebeca, baseando-se no filme “Rebecca” de Alfred Hitchock, de 1940. Na história, uma mulher se casa com um homem viúvo e ambos vão morar juntos na mesma casa onde morou a ex dele, mas o “fantasma” dela atormenta a atual esposa.

Todos os tipos de ciúmes estão diretamente ligados a baixa autoestima e a necessidade de controlar o parceiro, o que leva a sofrimentos tanto para o enciumado quanto para quem é vítima desse ciúme. É importante trabalhar a autoconfiança e a pessoa aprender a valorizar a si mesma, até porque o cônjuge escolheu estar contigo, e não com alguém do passado dele.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s