psicologia

Fantasias: satisfazendo nossas necessidades pela imaginação

A fantasia é um mecanismo de defesa identificado por Sigmund Freud ao longo de seu contato com os pacientes psicopatológicos (na época chamado de histéricos) no final do século XIX e início do século XX, logo no início da psicanálise.

Freud notou que alguns de seus pacientes tinham uma relação “curiosa” com a realidade e, por aí, ele passou a entender a fantasia como um ambiente bastante amplo e complexo, que consistia em um sistema de vida paralelo que existe apenas na imaginação de quem a cria para proporcionar uma satisfação ilusória que não foi obtida na vida real.

É diferente do conceito de idealização, onde a pessoa cria um sistema em que se deseja viver, levando ao planejamento e a movimentação para que aquela idealização se torne realidade no futuro. A idealização implica na tomada de decisões no hoje para que haja mudanças no futuro.

Apesar de ser um mecanismo de defesa para que a pessoa faça uma interpretação da realidade, Sigmund Freud tinha uma visão positiva da fantasia, interpretando como uma forma de “sonhar acordado”, sendo um intermediário entre o paciente e a realidade, e uma forma de “organizar” a realidade.

Dentro deste conceito que Freud também passou a fazer uma distinção entre a realidade e a realidade psíquica, já que todos nós somos habitados por uma interpretação da realidade que está em nossa mente. É o lugar onde a pessoa cria um laço com a realidade. Não necessariamente a realidade e a realidade psíquica são duas coisas distintas.

Posteriormente, a psicanalista Melanie Klein ampliou o conceito de fantasia proposto por Freud para cobrir o relacionamento da criança em desenvolvimento com um mundo de objetos internos. Em seu pensamento, esse tipo de “atividade lúdica dentro da pessoa é conhecida como ‘fantasia inconsciente’. E essas fantasias são frequentemente muito violentas e agressivas. Elas diferem dos sonhos diurnos comuns ou ‘fantasias'”

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s