psicologia

Saiba as diferenças entre transtorno borderline e bipolar

Quando se fala em transtorno de personalidade, é muito comum fazer confusão entre eles, considerando haver diversos tipos dentro do Manual Diagnóstico e Estatístico de Transtornos Mentais. Destes, é mais comum ainda confundir a bipolaridade com o transtorno borderline, já que ambos representam alterações muito bruscas de humor. Segundo a Classificação Internacional de Doenças (CID), as diferenças incluem:

De humor: o borderline vai da extrema euforia a profunda tristeza de modo irregular, passando por sentimentos muito intensos de raiva e alegria sem avisos e sem motivos aparentes, podendo ficar bem ou mal “do nada”. O bipolar é diferente, pois ele segue um ciclo circadiano do humor e é muito bem demarcado, seguindo dois polos muito bem definidos, o depressivo e o maníaco, sendo que estes podem ocorrer em semanas ou meses. A pessoa passa semanas muito bem e depois semanas muito mal;

Comportamento de risco: com o borderline pode ocorrer em qualquer momento, enquanto com o bipolar ocorre no polo maníaco;

Motivações para crises: o borderline precisa de fatores externos como gatilho de suas crises emocionais intensar, mas estes precisam estar combinados com questões psicológicas; já o bipolar tem como causa de seus desequilíbrios emocionais os neurotransmissores.

De acordo com a Sociedade Brasileira de Psicologia, os transtornos de personalidade borderline e bipolar são mais predominantes em mulheres (75%) e os sintomas aparecem entre os 18 e 25 anos. Quando é o transtorno borderline, a pessoa apresenta os seguintes sintomas:

  • Autoimagem distorcida;
  • Baixa autoestima; 
  • Relações instáveis e turbulentas;
  • Emoções intensas; 
  • Descontrole emocional;
  • Impulsividade;
  • Imprudência;
  • Agressividade;
  • Tendências compulsivas;
  • Alterações de humor;
  • Automutilação;
  • Comportamento suicida;
  • Sentimento de abandono;
  • Solidão;
  • Entre outros.

Já no Bipolar, ela apresenta os seguintes sintomas:

  • Raiva;
  • Ansiedade;
  • Apatia;
  • Angústia;
  • Euforia;
  • Descontentamento geral;
  • Culpa;
  • Perda de interesse e prazer em atividades;
  • Tristeza;
  • Mudanças súbitas de humor (ciclo circadiano do humor, ou seja, acordar sem energia e triste, mas ir melhorando ao longo do dia.)

No comportamento, a pessoa bipolar pode experimentar:

  • Agressividade;
  • Agitação;
  • Choro excessivo;
  • Hiperatividade;
  • Impulsividade;
  • Irritabilidade;
  • Autolesão.

A cognição do paciente bipolar também pode ser afetada:

  • Falta de concentração;
  • Pensamento e fala acelerados;
  • Lentidão em atividades;
  • Falsa imagem de superioridade;
  • ilusão.

E também sofrem no psicológico:

  • Depressão;
  • Ansiedade;
  • Episódios maníacos;
  • Paranoia.

Além disso, a bipolaridade também pode ser sentida na pele, já que os sintomas físicos existem:

  • Excesso ou falta de sono;
  • Ganho ou perda de peso;
  • Fadiga;
  • Inquietação

Com informações de TelaVita

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s