psicologia

Quais as principais características de uma pessoa controladora?

A pessoa controladora é aquela que quer impor a sua vontade acima de todos, sendo inflexível na hora da composição de interesses. Diferente de outros problemas que leva a uma convivência disfuncional, geralmente quem é vítima deste tipo de comportamento identifica com certa facilidade quem é controlador.

Além de trazer problemas na vida dos outros, a pessoa controladora causa problemas para ela própria, já que o comportamento disfuncional também causa danos a si. Geralmente, a pessoa é motivada a ter essa característica pela baixa autoestima e insegurança, sentindo que precisa “ter o controle das situações” para se sentir um pouco mais segura. Segundo o canal Psicólogo e Terapia, as principais características de uma pessoa controladora incluem:

  • Invasão de privacidade: por querer exercer o controle, um controlador não respeita a privacidade, pois não há confiança. É preciso procurar o aconselhamento de um psicólogo, pois mesmo quando não é descoberto por ninguém, esse comportamento cria um distanciamento entre você e a pessoa vigiada, já que sua desconfiança não possibilita uma entrega completa ao relacionamento – seja amoroso ou não.
  • Falta de limites: por querer interferir no livre-arbítrio alheio, muitas vezes a pessoa controladora deseja tomar decisões que não lhe competem e não pensa nas emoções do outro, extrapolando os limites impostos. Se esse é o seu caso, o psicólogo também poderá lhe ajudar.
  • Sentimento de onipotência: aqui é o sentimento de “autoimportância”, pois quando algo sai do seu controle, se sente onipotente e não entende porque os outros não percebem que você está sempre certo. Contudo, não existe certo ou errado e ninguém é perfeito ou sempre certo. Por isso, procure um psicólogo para conversar sobre essa necessidade de ser o “dono da verdade”.
  • Medo do novo: o controle exige rotina e constância, o que gera o medo sobre tudo que possa ser novo. Se você precisa que as coisas sempre ocorram da mesma maneira e não sabe lidar com imprevistos, ficando com medo de perder o controle, procure um aconselhamento com o psicólogo. Ele irá te auxiliar a perceber que é preciso manter o equilíbrio mesmo quando as coisas não acontecem conforme o planejado, por meio da terapia.
  • Sobrecarregamento: se você acredita que precisa manter o controle de tudo para que a vida aconteça, é muito provável que irá acumular responsabilidades, tarefas e emoções, o que é muito cansativo e te sobrecarrega.

Caso esteja lidando com uma pessoa controladora e, por alguma razão, não pode se afastar dela, é importante que você não tente mudar o jeito dela, mas que aprenda a ser assertivo e defender seus direitos, estabelecendo limites. É importante também que a pessoa converse e também procure um psicólogo para aprender a lidar com essa situação.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s