psicologia

Relacionamentos abusivos: o homem também pode ser a vítima

Em relações heteroafetivas, as vítimas dos relacionamentos abusivos são, na maioria das vezes, as mulheres. Isso se dá por uma série de fatores como o machismo estrutural, e geralmente as mulheres tendem a fazer mais denúncias perante o assunto, já que os homens, por valores culturais, se sentem envergonhados quando passam por relações abusivas.

É importante ressaltar que o abuso não se dá apenas na agressão física, já que há diversas formas de agredir uma pessoa, como desestabilizá-la emocionalmente e psicologicamente. No caso das mulheres abusivas, elas tendem a usar artifícios como chantagem emocional, difamação, tortura psicológica, destruição de pertences pessoais, extorsão e brigas.

Segundo o canal Psicólogos Berrini, as características das mulheres abusivas incluem:

  • Xingar, difamar ou humilhar o parceiro na frente dos amigos, familiares ou quando estiverem a sós;
  • Ser muito ciumenta, limitando a interação com as pessoas que fazem parte da vida do parceiro;
  • Tentar controlar quando o parceiro sai de casa, o que ele usa, a sua profissão, entre outros aspectos da sua vida;
  • Fazer chantagem emocional para conseguir o que deseja, levando o ex-cônjuge a se sentir culpado por suas ações;
  • Dizer que algo não aconteceu para confundir a cabeça do parceiro;
  • Controlar as finanças da casa a ponto de somente ela ser capaz de decidir com o que a família ou o casal gastará;
  • Gritar e elevar a voz em vez de conversar para resolver problemas;
  • Expulsar de casa ou dos ambientes por coisas que você supostamente fez;
  • Ameaçar terminar com o cônjuge e impedir que ele veja os filhos, ou ameaçar tirar tudo o que ele tem na justiça; e
  • Esconder ou furtar documentos e/ou objetos importantes.

Depois da separação, muitas mulheres abusivas não aceitam o término e podem ter diversos comportamentos abusivos, como perseguir o ex-marido nas redes sociais, invadir a residência, inventar mentiras, mandar mensagens inoportunas etc.

Caso a pessoa esteja passando por uma relação abusiva, ela fica bom o bem-estar físico e psicológico muito comprometido, o que é agravado ainda mais nos casos dos homens por eles tenderem a ficar em silêncio. É importante que a pessoa busque um psicólogo para reestruturar seu emocional e consiga sair do sistema abusivo.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s