comportamento

Relações abusivas entre mãe e filha é tema de novo livro de psicanalista gaúcha

Lançamento da Editora Blucher, Histórias de captura conceitua um tipo específico de relação, em que investimentos de uma figura materna narcisista mantêm a filha em posição de dependência, impedindo que assuma o controle de sua própria vida. O termo “histórias de captura” é cunhado pela própria autora, a psicóloga e psicanalista Ana Cláudia Santos Meira, que une mais de 30 anos de experiência clínica ao aporte teórico de Freud e outros autores para caracterizar este tipo de relação.

Segundo ela, aproximadamente um quarto dos casos das relações mãe e filha que recebe em seu consultório envolvem histórias de captura. Apesar de parecer amorosa em um primeiro momento, a relação de captura contém agressividade em atos que aparentam ser de cuidado e dedicação extremos. “A mãe mantém a filha dependente de um jeito disfarçado e subliminar, e a filha não consegue discriminar que isso não é amor e cuidado, muito pelo contrário.”

Para exemplificar as relações mantendo o sigilo de casos, além de pequenas vinhetas (relatos) da clínica, Ana Cláudia aproveita passagens do livro Uma Duas, romance de estreia de Eliane Brum. “A obra me permitiu falar dos personagens com liberdade, já que ela escreve de um jeito muito absoluto e visceral sobre a relação mortífera entre mãe e filha”, afirma a autora.

Nas histórias de captura, mãe e filha vivem em uma ilusão de unidade. Para a filha, o encantamento de ser tudo para a figura materna convive com a sensação de aprisionamento, já que sua experiência no mundo é mediada pelas expectativas maternas. Com o psiquismo fragilizado, a filha costuma apresentar manifestações psicossomáticas, pelas quais as questões e angústias vão para o corpo; transtornos alimentares são bastante comuns, e também a prática de cutting, ou cortes.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s