psicologia

Pessoa recalcada: quando ela odeia no outro aquilo que está dentro dela

No sentido popular, a “pessoa recalcada” geralmente designa alguém com inveja, que reprime seus desejos e se incomoda com a felicidade alheia. Apesar de haver um fundo de verdade, a psicanálise entende o recalque de modo mais profundo.

O conceito de recalque já existe em psicologia antes de Sigmund Freud e, em termos práticos, são desejos e emoções que ocultamos de nós mesmos e dos outros, sendo um mecanismo que transforma um trauma ou uma fantasia em um sintoma.

É quando sentimos algo que reprimimos, ou seja, “esse pensamento, esse desejo, esse afeto que eu sinto não é tolerável por mim”. A pessoa não quer que essa característica exista dentro dela e, portanto, ela leva do consciente para o inconsciente e aquilo “desaparece” e ela literalmente esquece. No entanto, esse recalque brota em atos falhos, em sonhos, e também na projeção do outro, onde acusamos a outra pessoa aquilo que está dentro da gente.

De acordo com o filósofo Franklin Leopoldo e Silva, “é necessário que muita coisa seja escondida, oculta, recalcada para que o ser humano seja possível. Essa possibilidade que dá ao ser humano de que toda a civilização foi constituída na base da repressão e do recalque (…) Há uma natureza em nós que não é totalmente positiva, que não é da ordem do divino, que é muito ambígua. Contém o mal e contém o bem. Contém o que há de positivo e também a violência”.

Por isso que uma pessoa recalcada não gosta quando a outra é bem resolvida com aquela característica que existe reprimida dentro dela, mesmo que não saiba. É o caso da pessoa que recalca desejos homossexuais e muitas vezes nem sabe desse desejo, e não gosta do colega que é bem resolvido com a sexualidade, chegando a ser violento com palavras ou até mesmo fisicamente; A pessoa que diz que está bem e feliz solteira depois de um casamento disfuncional, mas fica com raiva, mesmo que disfarce, de um parente que tem um casamento feliz; A pessoa que diz que é feliz sendo gorda depois de ter falhado em várias dietas, mas fica com raiva de alguém que consegue emagrecer etc.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s